Privado: Dia Mundial da Hemofilia 2020

site

O dia 17 de Abril foi escolhido em 1989, pela Federação Mundial de Hemofilia, para marcar a conscientização sobre a Hemofilia, por ser o dia de aniversário de Frank Schnabel, fundador desta reconhecida Organização internacional.

Nesta ocasião, diversas ações são realizadas em todo os mundo, com a finalidade de conscientizar a sociedade e difundir informações sobre a Hemofilia, doença de vonWillebrand e as demais desordens hemorrágicas hereditárias que, no Brasil, afetam mais de 24 mil pessoas.

Cumprindo seu objetivo de divulgar a existência da hemofilia e das coagulopatias hereditárias, promovendo campanhas de esclarecimento e informações a todas as pessoas com desordens hemorrágicas hereditárias, seu familiares e sociedade em geral e, seguindo as orientações do Ministério da Saúde quanto ao isolamento social, a ABRAPHEM, realizará as seguintes ações, em alusão ao Dia Mundial de Hemofilia em 2020:

Nas Redes Sociais:

1. Live no Facebook dia 17/04, com Dr. Samuel Medina – Hematologista da equipe do Hemocentro da Unicamp e membro do Conselho Técnico e Científico da ABRAPHEM. Dr. Samuel Medina abordará temas que serão escolhidos pelos pacientes através das redes sociais da ABRAPHEM e responderá às perguntas dos internautas.

2. Live no Facebook dia 24/04, com Dr. Vinícius Torregrossa – odontólogo especialista em coagulopatias e membro do Conselho Técnico e Científico da ABRAPHEM. Dr. Vinicius abordará temas gerais sobre o tratamento odontológico das pessoas com coagulopatias e responderá às perguntas dos internautas.

3. Vídeo de animação “Como agir em situações de urgência e sangramento graves com pessoas com hemofilia” para as redes sociais. Utilizando linguagem lúdica, o vídeo de animação esta animação responderá algumas dúvidas sobre as circunstâncias difíceis pelas quais passam os cuidadores e familiares das pessoas com hemofilia;

4. Divulgação de Banners sobre o Dia Mundial da Hemofilia em plataformas de compras on line, que alcançam 4,5 milhões de usuários, durante o período de 1 mês.

Abraphem - Privado: Dia Mundial da Hemofilia 2020 - image 152

Iluminação de Monumentos:

Entre os dia 13 a 19 de Abril, muitos monumentos por toda cidade de São Paulo estarão iluminados de vermelho em alusão ao Dia Mundial da Hemofilia. São eles:

Prefeitura Municipal de São Paulo; Ponte Estaiada; Estátua Borba Gato; Monumento às Bandeiras; Viaduto do Chá e Biblioteca Mário de Andrade.

Além destes, serão iluminados a Assembleia legislativa do Pará, em Belém a Torre da TV Morena de Campo Grande – MS.

Material informativo:

A ABRAPHEM está produzindo materiais informativos para serem distribuídos através de suas associações filiadas e que você pode baixar para consulta e impressão. BAIXE AQUI

Abraphem - Privado: Dia Mundial da Hemofilia 2020 - image 153

Camiseta

A camiseta do DMH 2020 já está a venda, pelo valor de R$25,00, pelo site: xxxxx

camiseta

Sobre a Hemofilia

A hemofilia é um distúrbio genético e hereditário, caracterizado pela deficiência da atividade coagulante do Fator VIII (Hemofilia A) ou do Fator IX (Hemofilia B), que são proteínas do sangue.

Os sintomas mais comuns da hemofilia são hemorragias que demoram para serem controladas e sangramentos que ocorrem dentro das articulações, dos músculos ou de outras partes internas do corpo.

Nas pessoas com a forma grave da desordem, as hemorragias internas acontecem espontaneamente ou em resultado de um mínimo trauma, como andar ou mesmo apoiar-se sobre um membro. Em decorrência do derramamento de sangue dentro das articulações, criam-se degenerações articulares progressivas e irreversíveis, que podem chegar à invalidez.

Por isso o diagnóstico precoce e correto e o tratamento de profilaxia são fundamentais desde o início da infância. O Sistema Único de Saúde do Brasil oferece o tratamento de profilaxia para todas as pessoas com hemofilia grave, através dos Hemocentros Estaduais e Centros de Tratamento de Hemofilia regionais.

Para ter acesso ao tratamento, a pessoa com sintomas ou suspeita de desordens hemorrágicas deve procurar um destes Centros de Tratamento de Hemofilia, no qual será acompanhado por profissionais capacitados na área e terá direito a receber, além dos exames diagnósticos e acompanhamento multidisciplinar, a medicação prescrita pelo médico tratador.