DESAFIOS DA INCORPORAÇÃO E ACESSIBILIDADE DE NOVAS TERAPIAS PARA HEMOFILIA 
janeiro 7, 2022

Com objetivo de apresentar os desafios encontrados pelos pacientes no acesso ao tratamento integral a ao letramento em saúde o Fórum O ACESSO AO TRATAMENTO INTEGRAL: UM OLHAR PARA O FUTURO discutiu como esta falta de acesso impacta em seu cotidiano e qualidade de vida. 

Abordou ainda a conscientização das pessoas  a respeito de como a ação humanizada das equipes multidisciplinares e a realização do tratamento centrado na pessoa podem impactar positivamente nos desfechos clínicos e na economia de recursos financeiros e quais estratégias podem ser propostas para estes resultados.  

A discussão, que ocorreu entre representantes de pacientes, profissionais de saúde, e membros de órgãos governamentais como Coordenação Geral de Sangue foi de modo a ampliar o olhar sobre de que maneira as novas terapias, quando implementadas, poderão impactar no cotidiano dos profissionais de saúde, nas interações destes com os pacientes e familiares e nos desfechos dos tratamentos propostos. 

O evento ocorreu virtualmente, no dia 29 de outubro de 2020, das 19h às 21:15h.

Assista ao resumo do evento AQUI


AGENDA

Abertura – Mariana Battazza Freire – Presidente da ABRAPHEM

 

1º PAINEL –  O LETRAMENTO EM SAÚDE

APRESENTAÇÃO: O Tratamento Integral e o Letramento em Saúde (15 min)

Esta apresentação abordou a importância e o papel do profissional de saúde dentro do contexto do tratamento integral, pontuando como o cuidado multidisciplinar, o tratamento humanizado e o letramento em saúde  mudam o desfecho dos tratamentos propostos e as demandas financeiras dos sistemas de saúde. 

Palestrante: Dra. Emília Arrighi

DEBATE (40 min)  

  • Dra. Emília Arrighi: doutora em psicologia da saúde e especialista em letramento em saúde
  • Dr. Luiz Carlos Medeiros de Paula – conselheiro do Conselho Nacional de Saúde
  • Dra. Sandra Sibele L. V. Figueiredo: hematologista chefe do setor de Hematologia e Hemoterapia e responsável técnica do Hemocentro da Paraíba. 


2º PAINEL –  A TECNOLOGIA E AS NOVAS INTERAÇÕES 

Vídeo: O impacto do uso das tecnologias em saúde no cotidiano do tratamento da hemofilia. Profissionais: Dra. Sylvia Thomas e Dr. Vinícius Torregrossa

DEBATE:

  • Dra. Suely Resende: hematologista consultora técnica da Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados 
  • Sr. Miguel Crato: ex-presidente da Associação Portuguesa de Hemofilia (APH), membro do Conselho do Consórcio Europeu de Hemofilia (EHC) e paciente com vivência em novas terapias.
  • Dr. Ricardo Camelo: médico pesquisador e especialista em hemofilia e outras doenças raras.

Com 2 horas e meia de duração, o Fórum teve a participação ao vivo de 350 pessoas, sendo que 266 assistiram pela plataforma do evento e 84 pela página de youtube da ABRAPHEM.

O pico de audiência ocorreu às 15:30h, com 147 pessoas online simultaneamente, sendo que 63 estavam na plataforma do evento e 84 na página de youtube da ABRAPHEM.   O Chat do evento recebeu 117 interações, provenientes de 41 participantes.

DOE